Notícia

Avançaraucária

segunda, 16 de setembro de 2019
Seminário Internacional trouxe a Araucária experiências inovadoras de outros países

Seminário Internacional trouxe a Araucária experiências inovadoras de outros países relacionadas a desenvolvimento

O período da manhã desta segunda-feira (16) foi de compartilhar experiências inovadoras em Araucária no 1º Seminário Internacional sobre Desenvolvimento e Regiões Funcionalmente Urbanas. No auditório da subseção Araucária da OAB, duas palestras apresentaram exemplos de inovação: a primeira teve como destaque as ações na Europa (cooperação transfronteiriça para desenvolvimento de cidades) e a outra na América do Sul (Medellín - com sua ação de desenvolvimento focada nas pessoas). O evento foi promovido pelos conselhos de desenvolvimento econômico dos municípios de Araucária (Avançaraucária), Fazenda Rio Grande (Profaz) e São José dos Pinhais (SJProspera), além do Sebrae/PR. Representantes de outros municípios da região prestigiaram o evento.

Com o tema "O Modelo de Desenvolvimento Territorial Integrado da União Europeia", a palestra com o espanhol Jose Maria Cruz apresentou uma série de exemplos de ações transfronteiriças na Europa visando o desenvolvimento estratégico dessas regiões. Talvez o melhor exemplo citado na palestra diz respeito a um modelo de cooperação visando a redução da emissão de CO2 e planos para maior eficiência energética envolvendo 10 mil municípios europeus, de 28 países e 24 línguas diferentes. Parece inacreditável, mas isso ocorreu graças ao amplo comprometimento dos envolvidos em estabelecer metodologias em comum e a troca experiências.

Outro modelo de sucesso apresentado foi a cooperação entre as cidades vizinhas de Chaves (Portugal) e Verín (Espanha) visando o trabalho em conjunto em áreas como sustentabilidade, transporte, defesa civil, logística, serviços de saúde, esporte, cultura e educação. O trabalho em conjunto é tão forte que criou-se uma única marca para projetar o turismo das duas cidades com o slogan "Um destino, dois países". De acordo com o palestrante, a iniciativa ganhou prêmios de melhor estratégia de turismo compartilhada na União Europeia. Para Jose Maria, essas ações que ultrapassam fronteiras geram valor agregado que não existiria se não houvesse a cooperação.

Na segunda palestra, a cidade colombiana de Medellín foi o exemplo para tratar da transformação da cidade com foco nas pessoas. A cidade já foi declarada "a cidade mais violenta" (com 388 homicídios a cada 100 mil habitantes no início da década de 1990) e passou a ser tratada como "a mais inovadora". Segundo as informações do belga Jean Edouard Tromme, a transformação da cidade começou, em 1991, ouvindo as pessoas sobre o que deveria ser feito em diversas áreas.

A transformação de Medellín se deu em três pilares: 1º - a necessidade de integrar a cidade (quebrar todo tipo de barreira), 2º - garantir serviços públicos próximos aos moradores e 3º -desenvolver a confiança das pessoas (incluindo o pertencimento da cidade por elas). As ações de combate à desigualdade social passaram por investimentos em mobilidade (incluindo teleféricos e escadas rolantes para integrar comunidades), em biblioteca, parques públicos e outras estruturas necessárias em regiões estratégicas. A beleza também foi um fator importante para valorizar ambientes que precisavam de transformação: "Os colégios mais belos, feitos pelos melhores arquitetos, foram implantados nos lugares mais pobres", explicou Jean.

Conselhos - Durante o evento, os conselhos de desenvolvimento de São José dos Pinhais e Araucária apresentaram brevemente algumas das suas principais ações. O Conselho de São José dos Pinhais (SJProspera) deu destaque para ações realizadas que abrangem áreas como saúde, segurança pública e meio ambiente. Já o Avançaraucária apresentou detalhes dos preparativos para o Espaço de Inovação, uma parceria entre a Prefeitura, Tecpar e Sebrae. Nas palavras do presidente do Avaçaraucária, Pedro Luiz Fernandes, mais que simplesmente atrair indústrias, Araucária quer "captar cabeças pensantes e ver como vamos melhorar a nossa vida". O presidente também destacou a importância de compartilhar inteligência: "se não compartilharmos não teremos sucesso aqui [Araucária]".

https://araucaria.atende.net/#!/tipo/noticia/valor/313

Fonte: https://araucaria.atende.net/#!/tipo/noticia/valor/313